terça-feira, 22 de agosto de 2017

10 ANOS DE SAUDADE ANA CLÁUDIA CARON







Hoje me vejo aqui a cultuar as memórias que tenho de ti Ana Cláudia.
Dez anos se passaram, mas me sinto como um ioiô, indo e vindo, entre passado e presente,
lembranças e sentimentos que se misturam. Uma vontade enorme de te ter aqui comigo, te abraçar, te beijar, sentir teu cheiro, ouvir sua voz, rolar pelo chão da casa ou em cima da cama como fazíamos em nossas brincadeiras de mãe e filha. Nossas conversas, nossas caminhadas, nossas viagens.
Um passado que quero tanto reviver, mas só o revivo na memória...
Te sinto aqui comigo, muito mais do que antes...
Te tenho no coração e nos pensamentos todos os dias, desde que você partiu.
Acordo pensando e falando com você e também ao encostar a cabeça no travesseiro para encerrar mais um dia, meus pensamentos, minhas palavras e o meu amor são direcionados a você.
A saudade tornou-se minha fiel companheira junto com as lágrimas que volta e meia caem
por minha face.
Aguardo com confiança que o dia do nosso reencontro chegará, não ao meu tempo, mas no tempo
de Deus e esse não o sabemos...
Acredito que nessas paragens que você se encontra agora também está prosseguindo com os seus
afazeres, pois somos seres eternos e nenhum sofrimento é para sempre.
Sofremos nossas saudades entre esses nossos dois mundos e estou fazendo o possível para que você fique bem aí e que você possa receber aí todo esse amor que sinto por você em forma de luz, iluminando seu caminho...
Se você estiver bem aí, estarei bem aqui também minha filha, apesar de tanta saudade que as vezes parece que o peito vai explodir...
Já se passaram 10 anos, mas ainda poderão se passar mais 10, 20, 30 anos, não sei, e o meu amor por você ainda é o mesmo minha criança, minha princesa, minha menina.
Hoje me basta e me permito sentir a tua presença dentro de mim, como sendo parte de minha alma e que me acompanha onde quer que eu vá.
Te amo Ana Cláudia, de corpo e alma todos os dias de minha vida e além.

Nenhum comentário:

Postar um comentário